Happiness Canvas na Vila Serena

O Happiness Canvas é uma ferramenta que visa facilitar a compreensão do que deixa as pessoas felizes ou tristes no trabalho. Através desta ferramenta é possível apurar o índice de felicidade de uma equipe, como também determinar ações que resolvam os problemas que fazem do trabalho um lugar de tristezas.

Seguindo a sugestão de alguns amigos, resolvi mostrar aqui no blog alguns casos de aplicação do Happiness Canvas. Neste post, conto como foi a aplicação do Happiness Canvas na Vila Serena.

Vila Serena

A Vila Serena é uma clínica particular para tratamento de dependentes químicos que conta com uma equipe de 10 funcionários. A clínica fica localizada em São João da Boa Vista (SP) e colabora com a recuperação de seus pacientes há mais de 30 anos.

A realização desta dinâmica foi especialmente motivadora para mim, pois é um contexto de trabalho completamente diferente do que estou acostumado. Pela própria natureza da função, a equipe da Vila Serena é formada por pessoas sensíveis e compreensivas. Mesmo assim, o Happiness Canvas revelou uma série de problemas que a equipe evitava externalizar para não prejudicar os pacientes.

Vila Serena

Todas as quartas-feiras a equipe de funcionários se reúne com a administração da clínica para tratar de problemas e alinhar o trabalho que deve ser feito. Entretanto, na última quarta-feira, dia 20 de fevereiro, a administração cedeu esse espaço para que a dinâmica do Happiness Canvas pudesse ser realizada.

A reunião aconteceu num local muito tranquilo, em baixo de árvores e com a participação de todos. Minha atuação limitou-se a facilitar a dinâmica e conduzir as discussões para ações construtivas.

Na primeira etapa, expliquei o que era o Happiness Canvas para todos os participantes e a importância de avaliar a felicidade das pessoas no trabalho. Logo em seguida, distribuí um post-it para cada membro da equipe e pedi para que avaliassem a felicidade no trabalho numa escala de 1 a 5. Depois de 3 minutos, recolhi os post-its e coloquei nas respectivas posições no Happiness Canvas. O resultado mostrou que o índice médio de felicidade dos funcionários é de 3.8, o que representa um ótimo resultado.

Happiness Canvas - Vila Serena

Dando seqüência, pedi para que os participantes escrevessem sobre o que colabora para que se sintam bem no trabalho. As principais respostas foram: “a espiritualidade do meu trabalho“, “a gratidão das pessoas” e “os colegas de trabalho“. Conversamos sobre cada item elencado e as pessoas concordaram a respeito da maioria das coisas.

Então, pedi para que escrevessem sobre o que colabora para que se sintam mal no trabalho. Foi quando algumas coisas que estavam guardadas começaram a aparecer. Itens como “a falsidade das pessoas”, “fofoca”, “salário injusto” e “atraso no pagamento” mostraram como a tristeza é criada a partir de problemas do cotidiano e de situações administrativas mal resolvidas. Conversamos bastante sobre os problemas. As pessoas desabafaram e deixaram claro os motivos que as levaram a elencar cada item. Foi um alinhamento de todos os problemas que incomodam a equipe no trabalho.

Por fim, pedi para que todos refletissem sobre o que poderia ser feito para aumentar a felicidade no trabalho. O item de maior destaque foi “melhorar a união da equipe”. Questionei os participantes sobre o que poderia ser feito para melhorar a união da equipe. Foram sugeridas duas ações: uma reunião semanal só entre os funcionários, para que eles pudessem conversar e alinhar todos os problemas antes da reunião com administração. Também surgiu a proposta de retomar uma reunião que eles denominam de “meditação”. Nessa reunião, os funcionários compartilham seus problemas pessoais e suas dificuldades numa roda. É uma dinâmica semelhante a que fazem com os pacientes, porém participam apenas os funcionários. O objetivo da reunião de meditação é melhorar a compreensão, o relacionamento e a confiança entre as pessoas da equipe.

Conversamos a respeito de outros problemas também, inclusive os de ordem administrativa. Todos eles foram levados ao conhecimento da administração da Vila Serena para que possam ser resolvidos.

Os funcionários da Vila Serena se sentiram muito bem depois da aplicação do Happiness Canvas e agradeceram a minha participação como facilitador. Prometeram ainda utilizar o Happiness Canvas todos os meses e avaliar constantemente a felicidade no trabalho.

Gostaria de agradecer o Adriano Ferreira e a administração da Vila Serena pela oportunidade de colocar o Happiness Canvas em ação. Espero que a equipe consiga resolver seus problemas e ser feliz  no trabalho que faz, que é digno do elogio de toda a sociedade e da gratidão das famílias que enfretam problemas com dependência química.

3 ideias sobre “Happiness Canvas na Vila Serena

  1. John Burns

    Prezado Matheus,

    Em nome de todas as Vilas Serenas no Brasil quero lhe parabenizá-los pela iniciativa e pela clareza com que relatou o evento no seu blog.

    Estamos divulgando esse acontecimento para todas as Vilas com a esperança que sigam o exemplo de Vila Serena São João da Boa Vista.

    Obrigado,
    John Burns, PhD, Presidente
    Vila Serena Franchising e Participações

    Responder
    1. matheus Autor do post

      Obrigado, John Burns!

      Foi um prazer poder colaborar com a Vila Serena de São João da Boa Vista.

      Estou à disposição para aplicar o Happiness Canvas em outras unidades também.

      Responder

Deixe uma resposta para matheus Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>